Prêmio Anamaco 2016

 


 

 

Prêmio Anamaco comemora 25 anos e homenageia a UNECS

 Entidade recebeu o troféu “Operário Nº 1 da Construção” por seus serviços em prol do desenvolvimento do setor. Tigre e Balaroti ficam com os prêmios de Personalidade da Indústria e do Comércio de 2016 

Nesta terça-feira, dia 20 de agosto, o setor da Construção conheceu os vencedores do 25º Prêmio Anamaco. A solenidade de entrega da premiação aconteceu no Espaço das Américas, em São Paulo, e reuniu 2 mil pessoas entre lojistas, empresários do setor e autoridades.

O presidente do Conselho Diretor da Anamaco, Marcos Gabriel Atchabahian, iniciou o evento com um discurso de homenagem aos 25 anos da solenidade. “O Prêmio Anamaco é um evento de grande importância porque contribui para a criação de vínculos mais fortes entre a indústria e o comércio”, comenta. “A realização dessa grande festa é um orgulho por reconhecer o trabalho bem feito das fábricas e lojas de materiais de construção, mesmo em um ano difícil nos âmbitos político e econômico”.

Pela primeira vez na história da premiação, a principal condecoração da entidade, o troféu “Operário Nº 1 da Construção” foi entregue a uma entidade - a UNECS (União Nacional das Entidades de Comércio e Serviços). Criada em 2014, a organização é formada por sete entidades (Anamaco, Abras, Abad, CNDL, Alshop, Abrasel e CACB) que, em conjunto representam mais de 16% do PIB, com R$ 1 trilhão de faturamento, geração de 9,91 milhões de empregos diretos no País e quase 65% das vendas por meio de cartões de crédito e débito no Brasil.

A entidade faz reuniões periódicas, sempre discutindo assuntos oportunos no setor de comércio e serviços e debatendo pautas e temas político-institucionais de grande interesse no Brasil. “No ano em que o Prêmio Anamaco comemora o seu “Jubileu de Prata”, escolhemos entregar a nossa principal condecoração a uma organização e não apenas a uma pessoa, porque todas as conquistas importantes do setor nesse último ano tiveram o apoio da UNECS, que deu uma única voz a todos os setores de comércio e serviços e se transformou em um importante interlocutor, principalmente junto ao Governo Federal”, declara o presidente da Anamaco, Cláudio Conz.

Tigre e Balaroti recebem homenagem especial

Todos os anos, o Prêmio Anamaco também homenageia pessoas que tenham contribuído para a melhoria e desenvolvimento da cadeia produtiva do setor. Em 2016, o troféu “Personalidade da Indústria” foi entregue a Otto von Sothen, presidente da Tigre. Já a loja Balaroti recebeu o troféu “Personalidade do Comércio”.

Evento é dedicado aos melhores da indústria 

Em 2016, o Prêmio Anamaco homenageou empresas atuantes em 64 segmentos da indústria do setor, que foramreconhecidas por terem se destacado no último ano, com base nos resultados da Pesquisa Anamaco.

O estudo é uma importante ferramenta, que existe desde 1991, trazendo subsídios para decisões de marketing e vendas. A partir do relatório produzido, os fabricantes do setor conhecem o perfil dos lojistas varejistas, com importantes insights para seu planejamento estratégico, além da presença da categoria na qual atua e a presença de sua marca dentro do cenário competitivo nos últimos 4 anos. 

Para determinar os vencedores do Prêmio Anamaco 2016, foram ouvidos 1.657 lojistas de material de construção, por telefone, com a utilização do sistema CATI (Computer Assisted Telephone Interviews).

A amostra é segmentada em dois grupos de lojas: “Pulverização” – no qual são computadas apenas as respostas de lojistas de pequeno e médio portes – e “Grandes Clientes” – lojistas de material de construção de grande porte, extraídos de uma listagem da Anamaco, representativa do universo. Quando uma empresa é vencedora no primeiro lugar dos dois grupos de lojas, ela recebe o troféu máster.

Parceiros e apoiadores

História

O Prêmio Anamaco foi criado em 1991, a partir da própria demanda dos lojistas, que desejavam conhecer melhor seus fornecedores. Os premiados são revelados pela Pesquisa Anamaco Ibope Inteligência, um verdadeiro termômetro do setor. 

Conheça um pouco mais sobre a história do Prêmio Anamaco:

1992 - 1994
1995 - 1997
1998 - 2000
2001 - 2003
2004 - 2007
2008
2009
2010
2011
2012
2013
2014
2015

 

1992 – A solenidade de entrega do Prêmio aconteceu na 11ª. FEHAB/1992 - Parque Anhembi, com 400 participantes. Receberam o troféu as empresas mais citadas em 19 segmentos e 94 receberam, como destaque, a Menção Honrosa. Começava assim o Prêmio Anamaco, onde anualmente os revendedores de material de construção votam em seus fornecedores. Resultado apurado e auditado pela SIMONSEN & ASSOCIADOS. Na oportunidade foram 15.118 citações que elegeram as indústrias que mais se destacaram pela qualidade de seu produto e pelo atendimento aos pontos de venda. A personalidade do setor foi para o Antonio Ermírio de Moraes, presidente do Conselho Deliberativo do Grupo Votorantim. 

1993 - Devido ao sucesso do Prêmio em 1992, a Anamaco contratou o Instituto GALLUP de Opinião Pública, que selecionou aleatoriamente, dentro do mailing de entidade, 1018 revendedores, de 147 municípios brasileiros, que seriam entrevistados pessoalmente pelos pesquisadores em 26 estados. A pesquisa acabou elegendo 27 segmentos que forneciam produtos aos revendedores. Foram citadas somente empresas cujos produtos o revendedor comercializava. Também foram pesquisadas quatro empresas prestadoras de serviços nas áreas de Bancos, Cartões de Crédito, Financeiras e Veículos de Carga. Carlos Roberto Hansen ganhou a homenagem de Personalidade da Indústria, e Luís Uemura, foi a Personalidade do Comércio. O então prefeito de São Paulo, Paulo Salim Maluf, recebeu o Troféu “PÁ DE OURO”, como Operário da Construção. O evento da premiação ocorreu no Palladium, com cerca de 1.500 pessoas, e foi encerrado com um show de Sérgio Rabelo. 

1994 - Neste ano houve uma mudança significativa. Foram criadas duas novas categorias de prêmios: Pulverização e Grandes Clientes. A Pulverização privilegiou imagem e abrangência de participação, onde cada revendedor representava uma unidade dentro da mostra. Na categoria Grandes Clientes foi feita uma contagem ponderada de acordo com a metragem de área de venda ocupada e o estoque de cada revendedor. Neste caso cada metro quadrado valia um voto. O Instituto GALLUP pesquisou 1010 revendedores, 34 segmentos (produtos), e 1 de serviços (veículos). O Troféu “Personalidade da Indústria” foi entregue a Ninfo König da AKROS, e o Troféu “Personalidade do Comércio” foi entregue a empresa Madeirense, representada pelos diretores José e Wilson Gallo.  Houve redução para 7 (sete) atributos pesquisados: Qualidade do produto, Preço, Atendimento aos pontos de venda, Sistema de vendas, Pontualidade na entrega, Assistência técnica e Propaganda. Foram criados troféus independentes para premiar os mais citados em Pulverização e Grandes Clientes. O fabricante que obteve maior citação nos dois atributos recebeu o Troféu Master. Os principais citados, a partir da segunda colocação, receberam Menção Honrosa. Neste ano foi criado também um gráfico comparativo entre os anos de 1993 e 1994. 
O Prêmio Anamaco aconteceu no Olympia, com a presença de 1600 convidados. O então governador Luís Antonio Fleury Filho esteve presente e recebeu o Troféu “Pá de Ouro”, como Operário da Construção. 
 
1995 - Mais abrangente, a quarta edição do Prêmio Anamaco pesquisou 30 segmentos (produtos) e 3 fornecedores de serviços (Veículos de carga, Bancos, Cartões de Crédito). A quantidade de entrevistas subiu de 1010 para 1330, aumentando muito a representatividade dos estados brasileiros nos resultados da pesquisa. Os atributos pesquisados foram os mesmos de 1994, agora com gráfico comparativo dos anos anteriores. O Troféu “Personalidade da Indústria” foi para a empresa DOCOL, representada pelo seu presidente, Ingo Doubrawa, e o Troféu “ Personalidade do Comércio ”, entregue ao grupo Tumelero, representado pelos irmãos Mércio e Marivaldo Tumelero. Neste ano foi criado mais um troféu premiando a principal inovação tecnológica. A vencedora foi a DOCOL, com os seus metais sanitários economizadores de água. Foram mantidas as categorias de premiação Máster, Pulverização, Grandes Clientes e Menção Honrosa para empresas que se destacaram nas principais posições, depois do 1º lugar. O Olympia recebeu mais de 1600 convidados e o Troféu “ Pá de Ouro” foi entregue ao então governador do Paraná, Jaime Lerner, como Operário do Ano. No final da solenidade aconteceu um show com Tom Cavalcante. 
 
1996 - A 5ª Edição do Prêmio pesquisou 40 segmentos (produtos) e 1 fornecedor de serviços (Veículos de carga). Observou-se também maior presença de segmentos, com algumas substituições. A ideia foi pesquisar o maior número de segmentos para oferecer ao distribuidor e ao consumidor final um comportamento mercadológico do setor. Foram efetuadas, pelo Instituto GALLUP, 1337 entrevistas em 27 representativas cidades do país, localizadas em 26 estados brasileiros. Os revendedores citavam as melhores empresas dos 40 segmentos em cada um dos tradicionais 7 (sete) atributos, permitindo agora um gráfico das performances nos últimos 3 anos. Os Troféus e as Menções Honrosas foram os usuais: Master, Pulverização, Grandes Clientes e Destaque (Menção Honrosa). O Troféu “Personalidade da Indústria” foi entregue para a empresa DECA, representada pelo Paulo Setubal. Como “Personalidade do Comércio” foi eleita a empresa CASA D'ÁGUA, representada por José Nitro. Na premiação “Inovações Tecnológicas”, desta vez a empresa vencedora foi a DECA, com Metais Eletrônicos, Válvulas Economizadoras e Misturadores Monocomando. 
Mais de 2.000 pessoas acompanharam no Olympia a entrega dos prêmios. O Troféu “Pá de Ouro” foi entregue a Lahir Krahembul, como Operário do Ano”. O show de encerramento foi de Jô Soares. 
 
1997 - Ano que encerra a metodologia utilizada desde 1993 pelo Instituto GALLUP. As empresas puderam analisar a pesquisa de opinião, considerando citações “como as melhores” em cada atributo. Foram realizadas 1.538 entrevistas, em 26 estados, nas suas principais cidades, cobrindo o canal de distribuição de material de construção no Brasil. Quarenta e oito segmentos (produtos) foram pesquisados e 1 de serviços (Veículos). O Troféu de “Inovações Tecnológicas” foi entregue à CECRISA, em função de seu ´Sistema de Faturamento Automático´. O Troféus “Personalidades da Indústria” e “Personalidade do Comércio” foram entregues, respectivamente, para as empresas ARGAMASSAS QUARTZOLIT, representada pelo seu presidente, Egon Katz de Castro, e Manoel Crispun Materiais de Construção, através de Manoel Crispun. O Prêmio Anamaco foi realizado no Olympia, onde mais de 1 700 convidados aplaudiram Chico Anysio no show de encerramento. 
1998 - Com a chegada do IBOPE para realizar a pesquisa, muitas inovações foram incorporadas, sem perder a memória dos anos anteriores. Novos segmentos foram incluídos, totalizando 51 (produtos) e 2 de serviços (Veículos de carga e Financeiras). Foram realizadas 1614 entrevistas nas principais cidades dos 26 estados brasileiros. Pela primeira vez os revendedores avaliaram cada atributo por notas – em escala de um a cinco - de acordo com o grau de satisfação do lojista, em relação a cada um dos seus fornecedores e em cada segmento. A avaliação levou em conta os seguintes critérios: qualidade dos produtos; preço; pontualidade da entrega; sistema de vendas; atendimento; assistência técnica e propaganda. O revendedor elegeu, independentemente da nota atribuída a cada item, qual foi a melhor marca/fabricante do setor. Estes eleitos receberam o prêmio nas categorias Pulverização, Grandes Clientes e Master. Os percentuais de Top Box, incluídos nas tabelas de avaliação por atributos, referem-se ao percentual de notas 5, atribuídas em cada critério avaliado. Entre os principais aspectos investigados, além da escolha das melhores empresas de cada segmento, estão as expectativas de vendas por categoria para 98, a variação do desempenho de vendas em comparação ao ano anterior e as marcas com que os lojistas trabalham. Também foi realizada uma avaliação de veículos de carga, das indústrias que mais se destacaram em inovação tecnológica, das melhores financeiras e dos destaques da indústria e do comércio. O Troféu “ Personalidade da Indústria” foi para a empresa Tubos Tigre, representada pelo presidente Amaury Olsen, e para “Personalidade do Comércio” foi escolhida a empresa Madeirense, representada pelos proprietários José e Wilson Sanches Gallo. Na categoria “Inovação Tecnológica” recebeu o Troféu a ELIANE, pelo produto Gres Porcellanato. Novamente comandou o show final o humorista Tom Cavalcante. 
 
1999 – A pesquisa desse ano analisou 51 segmentos (produtos) e 1 serviço (veículos de carga). A empresa vencedora do Troféu “Inovações Tecnológicas” foi a TIGRE, com o produto Caixa d'Água de Politileno de alta densidade (redonda, 500 litros). 
O troféu “Personalidade da Indústria” foi para a ELIANE, representada pelo seu presidente, Adriano Lima, e como “Personalidade do Comércio”, a vencedora foi a TELHANORTE, representada pelos proprietários Lázaro Paulino da Rosa e Rinaldo Grecco. Foram efetuadas 1.352 entrevistas nos 26 estados brasileiros, sendo que o número de entrevistas em cada cidade foi proporcional ao seu PIB. O entrevistado, além de ´votar´ somente nos produtos das empresas que comercializa, informou também se compra direto ou de distribuidor (atacadista). 
 
2000 - Mais de 3 mil empresários compareceram ao Via Funchal para a entrega do Prêmio Anamaco 2000. Foram 53 indústrias de todo o Brasil, de 55 segmentos, que se destacaram no setor e foram premiadas. O Ibope realizou 1352 entrevistas para chegar a esses resultados. Como no ano anterior, a pesquisa foi quantitativa, mas a coleta dos dados passou por alterações. Todas as entrevistas foram feitas através do Sistema Computer Assisted Telephone Interviews (CATI). O Troféu “Personalidade da Indústria” foi para o Grupo Votorantim, representado por Antonio Ermírio de Moraes, e o Troféu "Personalidade do Comércio”, para a empresa Conibra, representada por José Eurípedes. O Troféu “Pá de Ouro” foi entregue para Humberto Emílio Carrazai Sobrinho, como Operário do Ano. 
 
2001 - Pelo segundo ano consecutivo, o Ibope utilizou o sistema CATI para sua pesquisa. Foram entrevistadas 1352 empresas de 16 estados brasileiros que apontaram as 54 indústrias que mais se destacaram no ano. Mais de 3 mil empresários compareceram ao Via Funchal para prestigiar a entrega. O Troféu “Personalidade da Indústria” foi para Jorge Gerdau Johanpeter, presidente do Grupo Gerdau e o Troféu “Personalidade do Comércio”, para Carlos Aurélio de Carvalho Nunes, presidente da empresa Tupan. O governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, recebeu o Troféu “Pá de Ouro”, como Operário do Ano. 
 
2002 – Na 12ª edição do evento foram contempladas 200 empresas, em 62 segmentos. A solenidade de entrega da premiação aconteceu no Via Funchal e reuniu mais de 2 mil pessoas. A cantora Fafá de Belém iniciou a cerimônia interpretando o Hino Nacional e apresentou o show “Fafá de Belém In Concert” ao final do evento. O senador José Serra foi contemplado com o Troféu “Pá de Ouro” pela sua participação e desempenho frente ao programa “Carta de Crédito”, quando Ministro do Planejamento. Outros homenageados da noite foram o presidente do Bradesco, Márcio Cypriano, e o diretor-geral da C&C Casa e Construção, Jorge Gonçalves Filho, que receberam o troféu “Personalidade 2002”. Ainda durante o evento, o presidente da Anamaco, Cláudio Elias Conz, e o prefeito da cidade de Vinhedo, Milton Serafim, formalizaram o convênio para a realização de um projeto-modelo na cidade paulista. O programa prevê a troca das bacias sanitárias da cidade por bacias economizadoras, tendo como base as experiências realizadas pela cidade de Nova Iorque. 
 
2003 – A 13ª edição do evento aconteceu no Salão Nobre do Villa Country, em São Paulo. A premiação foi entregue às 100 empresas que mais se destacaram ao longo do ano, em 62 segmentos. Além disso, a Anamaco ainda homenageou três grandes destaques do cenário brasileiro que contribuíram para a melhoria e o crescimento do setor. O diretor-geral da Telhanorte, Fernando de Castro, e o diretor-presidente do Grupo Legrand no Brasil, Jean-Luc Lubin, receberam, respectivamente, os troféus “Personalidade do Comércio” e “Personalidade da Indústria”. E o Troféu “Pá de Ouro” foi entregue ao presidente Fernando Henrique Cardoso, que recebeu o prêmio como “Operário nº 1 da Construção do Século”, até então inédito. 
 
2004 - Cerca de 3 mil pessoas se reuniram na Via Funchal, em São Paulo, para acompanhar a entrega do Prêmio Anamaco 2004 às empresas que mais se destacaram no setor de Material de Construção ao longo do último ano. Ao todo, 122 empresas, de 66 segmentos, foram premiadas nas categorias Pulverização e Grandes Clientes. O troféu “Pá-de Ouro - Operário nº1 da Construção” foi entregue ao ministro do Conselho de Desenvolvimento Social e Econômico do Governo, Jaques Vagner. Outro homenageado com o troféu Pá de Ouro – Operário nº 1 da Construção, foi o Ministro das Cidades, Olívio Dutra, pelas suas iniciativas em prol da redução do déficit habitacional do País e no desenvolvimento de ações que contribuam com um melhor desempenho do setor. A Anamaco também homenageou o governador do estado de Goiás, Marconi Perillo, pelo programa “Cheque Moradia”, que tem como objetivo melhorar as condições de vida dos cidadãos com a construção ou reforma de sua casa. O vencedor do troféu “Personalidade da Indústria” foi o diretor comercial da Amanco Brasil, André Fauth, e o troféu “Personalidade do Comércio” foi entregue ao presidente da Dicico, Dimitrios Markakis. Homenagem especial foi destinada à Pial Legrand/Bticino pela sua reconhecida política de prestigiar o revendedor como principal parceiro, tendo recebido o prêmio o diretor Wanderley Torrezani. 
 
2005 - A entrega do 14º Prêmio Anamaco aconteceu no dia 28 de junho, na Via Funchal, em São Paulo e reuniu mais de 2 mil pessoas, entre empresários, personalidades da indústria, do comércio, autoridades e dirigentes de Acomacs e Fecomacs. O primeiro homenageado da noite foi o secretário de Coordenação das Subprefeituras do Município de São Paulo, Walter Feldman, que recebeu o Prêmio Anamaco por ter impulsionado o setor ao apoiar projetos como o Programa de Uso Racional da Água, da Anamaco, e os programas “Cidade Limpa” e de reforma dos passeios públicos.  O troféu “Pá de Ouro - Operário nº 1 da Construção” foi entregue ao governador do Pará, Simão Jatene, pela implantação do “Cheque Moradia”, que já beneficiou, só no estado paraense, mais de 9,8 mil famílias de baixa renda para a construção ou reforma da casa própria.  Outro homenageado da noite foi o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, por sua contribuição na luta pela redução de ICMS, na implantação do programa de uso racional da água em diversos prédios públicos e na implantação do Banco do Povo. O Secretário da Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico, João Carlos de Souza Meirelles, recebeu o troféu “Boas Práticas Públicas”, representando o governador. 
Dois destaques foram eleitos pela Pesquisa Anamaco/Ibope Solution como líderes na Indústria e no Varejo de Material de Construção. O vencedor do troféu “Personalidade da Indústria 2005” foi Rui Goerk , vice-presidente de Tintas e Vernizes para América do Sul do Grupo Basf/Suvinil e vencedor do troféu “Personalidade do Comércio 2005” foi o diretor geral da Leroy Merlin, Pascal DelFosse
Uma placa comemorativa pelos anos de parceria entre a Anamaco e o Ibope no desenvolvimento da pesquisa foi entregue ao presidente do Ibope Solution, Nelsom Marangoni.  Os arquitetos Mauro Miniti, da Desing Novarejo, e Margareth Candossim e Celso Cabana, da Candossim & Cabana Arquitetos Associados, receberam homenagens especiais pelos serviços prestados no desenvolvimento de um novo lay-out à Loja Escola do Varejo da Construção Civil “José Olavo Nogueira”. 
Quem recebeu o título de “Personalidade Acadêmica do Ano no Segmento de Material de Construção” foi o Profº Antonio Bias Bueno Guillon, do curso de Pós-Graduação da Universidade Anamaco/Iapedem, que foi representado pelo diretor cultural da FAAP, Victor Mirshawka. 
 
2006 - A Anamaco realizou no dia 06 de junho, a entrega do 15º Prêmio Anamaco na Via Funchal, em São Paulo. A solenidade reuniu mais de 2 mil pessoas e homenageou o presidente da Casa Show Home Center, Arthur Antonio Sendas, que recebeu o troféu “Personalidade do Comércio 2006”. Já o presidente da Tintas Coral, Alaor Farias Gonçalves, recebeu o troféu “Personalidade da Indústria 2006”. O governador do Tocantins, Marcelo Miranda,recebeu o troféu “Personalidade Boas Práticas Públicas” pela implantação do programa Cheque Moradia – um crédito de ICMS doado às famílias com renda de até três salários mínimos destinado, exclusivamente, para a compra de materiais de construção das lojas do ramo estabelecidas no estado. Outra homenagem foi destinada ao governador do Paraná, Roberto Requião, que também recebeu o troféu “Personalidade Boas Práticas Públicas”, por ter reduzido o ICMS, de 18% para 12%, de produtos como pisos cerâmicos, revestimentos e louças sanitárias. O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Luiz Fernando Furlan, recebeu em nome do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, o troféu "Operário nº 1 da Construção". A senadora Ideli Salvatti (SC), que esteve junto à Anamaco desde o início da luta pela desoneração tributária da cesta básica de materiais de construção, também prestigiou o evento. 
 
2007 - A Anamaco realizou no dia 19 de junho a entrega do 16º Prêmio Anamaco na casa de espetáculos Via Funchal, em São Paulo. A solenidade reuniu mais de 2 mil pessoas. A primeira homenagem da noite foi feita aos coordenadores da UNC, José Carlos de Oliveira Lima, presidente do Sinaprocim/Sinprocim e coordenador do CONCIC-FIESP; e Renato Giusti, presidente da ABCP; que receberam o troféu “Mestre da Obra da Construção”. Jacinto Lúcio Borges, presidente da TendTudo, recebeu o troféu “Personalidade do Comércio 2007”. e Élio Martins, presidente da Eternit,foi eleito a “Personalidade da Indústria 2007”. A Pesquisa Anamaco/IBOPE Solution entrevistou1.432 lojistas de todo o país. Foram pesquisados 52 segmentos, além de “Veículos de Carga”, “Melhores Inovações Tecnológicas” e “Produtos do Ano”, em duas categorias distintas: Pulverização (lojistas de pequeno e médio portes) e Grandes Clientes (138 grandes lojistas – home centers e lojas de material de construção de grande porte). 
 
2008-  A solenidade de entrega do 17º Prêmio Anamaco aconteceu em São Paulo e reuniu mais de 2 mil pessoas. O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, foi o grande homenageado da noite e recebeu o troféu “Operário Nº 1 da Construção”, principal condecoração da entidade. O prêmio é dedicado a personalidades que tenham contribuído de alguma forma com a melhoria e o desenvolvimento do setor e da cadeia produtiva da Construção.Acompanhado dos ministros Márcio Fortes (Cidades) e Luiz Dulce (Secretaria Geral da Presidência da República) e dos senadores Aloizio Mercadante e Ideli Salvatti, o presidente Lula ouviu o hino nacional na voz do cantor Agnaldo Rayol. Ele também entregou a Maria Cristina Potomati Fiuza, diretora da Lukscolor, o troféu “Personalidade da Indústria 2008”, a Antonio Lopes Castilho, diretor da Center Castilho, o troféu “Personalidade do Comércio 2008” e a Marcos Campos Bicudo, presidente da Amanco Brasil, o Prêmio Anamaco em “Inovações Tecnológicas”. Após receber a pá dourada, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva discursou por mais de 30 minutos.
Durante a solenidade de entrega do 17º Prêmio Anamaco, empresas atuantes em mais de 50 segmentos foram reconhecidas por terem se destacado no último ano, com base nos resultados da Pesquisa Anamaco/Ibope Inteligência que, em 2008, ouviu 1405 lojistas.

2009 - No ano em que a Anamaco comemorou 25 anos de existência e o Prêmio Anamaco chegou à sua maioridade, a entidade finalmente homenageia a primeira mulher com a sua principal condecoração. No dia 07 de julho, a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, recebeu das mãos do presidente do Conselho Deliberativo da Anamaco, Getúlio Nogueira de Sá, o troféu de “Operária Nº 1 da Construção”. A homenagem é destinada a personalidades que contribuíram com a melhoria e o desenvolvimento do setor e da cadeia produtiva da Construção. Além de Dilma Rousseff, também foram homenageados pelos trabalhos realizados em prol do setor a senadora de Santa Catarina, Ideli Salvatti, e o vice-presidente de governo da Caixa Econômica Federal, Jorge Hereda. Cerca de 2 mil pessoas acompanharam a solenidade, que homenageou empresas atuantes em 56 segmentos. O evento também homenageou Alexandre Baumgart, diretor da Otto Baumgart/Vedacit, que recebeu o troféu “ Personalidade da Indústria 2009” e Juliano Todimo, diretor da Todimo Construção e Acabamentos, que recebeu o troféu “Personalidade do Comércio 2009”. Os vencedores em cada categoria foram apontados pela Pesquisa Anamaco/Ibope Inteligência, que ouviu 1412 lojistas de material de construção, por telefone, com a utilização do sistema CATI(Computer Assisted Telephone Interviews).
  
2010 - No dia 03 de agosto, o setor da construção conheceu os vencedores do 19º Prêmio Anamaco. A cerimônia de entrega aconteceu no Via Funchal, em São Paulo, e reuniu cerca de 2 mil pessoas. Foram premiadas as empresas de maior destaque no ano, em 65 categorias, apontadas pela Pesquisa Anamaco/Ibope Inteligência. O grande homenageado da noite foi o Ministro das Cidades, Marcio Fortes, que recebeu o troféu “Operário Nº 1 da Construção”. A Pesquisa Anamaco/Ibope Inteligência ainda indicou os vencedores dos troféus Personalidade do Ano da Indústria e do Varejo. Em 2010, os eleitos foram André Bier Gerdau Johannpeter, da Gerdau, como Personalidade da Indústria e Guilherme Ferreira da Costa, da loja Ferreira Costa Home Center de Pernambuco, como Personalidade do Comércio.
 
2011 - Pelo 20º ano consecutivo, o Prêmio Anamaco reuniu em São Paulo as maiores personalidades do varejo e da indústria nacional para o setor de materiais de construção, numa noite cheia de glamour. Alfons Gardemann, presidente do conselho administrativo da Pado, recebeu o troféu “Personalidade da Indústria 2011” e Sandra Maria Rodrigues de Lima, presidente da Mundial Center de Brasília, recebeu o troféu “Personalidade do Comércio 2011”. O Ministro do Trabalho Carlos Lupi, recebeu a Pá de Ouro, como “Operário número 1 da Construção”. Ao final, as grandes empresas que se destacaram na Pesquisa Anamaco receberam das mãos dos executivos da Anamaco e do ministro Carlos Lupi seus troféus. O evento terminou com um delicioso jantar, em que os grandes players do setor da construção puderam se confraternizar.

2012 - Mais de 2 mil pessoas, entre varejistas, membros da indústria de integrantes das Acomacs e Fecomacs de todo o país marcaram presença na Via Funchal para prestigiar as empresas e personalidades que mais se destacaram no cenário da construção em 2012. A secretária Nacional da Habitação, Inês Magalhães, também compareceu ao evento, além do presidente da Reed Exhibitions/Alcantara Machado, Ruan Pablo de Vera. O grande destaque da noite foi a presença do ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, que recebeu da entidade o troféu Pá de Ouro, como o “Operário Número 1 da Construção” - principal condecoração da entidade.  Em seu discurso, o ministro salientou o papel desempenhado pelo empresariado na fase pela qual o país está passando. “O Brasil está conseguindo diagnosticar e encontrar seus problemas. Isto não é apenas mérito do governo, mas também do setor privado que está fazendo sua parte e hoje temos aqui neste evento um exemplo disso”.  Para ele, o Brasil está respondendo à altura aos desafios históricos que lhe são impostos”. “Reduzimos os juros a patamares internacionais, o câmbio está ajustado, a inflação abaixo da meta, estamos mantendo o equilíbrio fiscal e estamos reduzindo continuamente a relação dívida versus PIB”, analisou. Já o prêmio de "Personalidade do Comércio" foi para o executivo Manuel Corrêa, diretor Geral da Telhanorte, enquanto que o troféu “Personalidade da Indústria” ficou com Fred Fernandes, da Votorantim Cimento.

2013 - Mais de 2 mil pessoas entre empresários, membros do varejo, da indústria, jornalistas, autoridades e integrantes das Acomacs e Fecomacs de todo o País reuniram-se na noite de ontem em São Paulo para homenagear as empresas de destaque no setor. O tradicional Prêmio Anamaco teve início com a emocionante apresentação da Orquestra de Cordas Laetare, sob o comando da musicista Muriel Waldman. O show teve sequência com um vídeo mostrando o histórico do Prêmio e as diversas personalidades importantes que participaram dele, como Mário Covas, Geraldo Alckmin, José Serra, Dilma Housseff, Lula e outros. A noite teve as boas-vindas do presidente do Conselho Deliberativo da Anamaco Geraldo Cordeiro de Jesus, que fez um balanço do atual momento do Brasil em seu discurso. “Tivemos um início de ano um pouco agitado, com queda de vendas nos primeiros meses de 2013, principalmente por conta de uma série de fatores, como a baixa oferta de crédito, que infelizmente ainda é uma realidade do nosso setor. Além disso, a onda de protestos que aconteceram pelo Brasil, apesar de ter uma importância extrema para o futuro do nosso país, acabou afetando o nosso desempenho de vendas, pois fez com que o comércio fechasse as portas por vários dias, além de ter assustado o consumidor, que optou por adiar as compras, principalmente nos grandes centros urbanos. As vendas no segundo semestre devem representar 60% das vendas do ano todo, tanto é que 27% das lojas pretendem contratar novos funcionários já em agosto. Estamos otimistas”, afirmou. Em seguida, o presidente da Anamaco Cláudio Conz tomou a palavra e iniciou uma série de homenagens. “Há 22 anos homenageamos as personalidades do comércio, indústria que se destacam no setor, temos muito orgulho disso”, disse. O primeiro homenageado da noite foi o professor Joaquim Ramalho, diretor da Universidade Anamaco, que recebeu honras graças ao sucesso do projeto. “Em dez anos, alcançamos números inimagináveis. Nossa intenção no início era ter uma sala com 30 alunos. Hoje, juntamente da Academia de Vendas, estamos batendo os 6 mil. E nossa meta agora é fazer com que em cada loja de material de construção do nosso País tenhamos ao menos um aluno da Universidade Anamaco, isso significa que queremos atingir ao menos 130 mil alunos”, comemorou. Em seguida, Conz entregou homenagem ao prefeito de Atibaia Saulo Pedroso e ao secretário Lívio Giosa uma homenagem especial pela implementação dos projetos da Anamaco de Boas Práticas Públicas. “Atibaia está se tornando a primeira cidade sustentável do Brasil. Assumimos este grande desafio e estamos conseguindo porque estamos fazendo com que o poder público se comporte da mesma maneira que pedem às pessoas”, esclareceu o prefeito. A Anamaco realizou então uma homenagem aos 90 anos da Lorenzetti. Em seguida, foi anunciado o nome da Personalidade do Comércio de 2013. Este ano, o escolhido foi Marcos Atchabahian, da Village. “O Marcos tem contribuído sobremaneira para o nosso setor com sua experiência em vender para as classes C e D. Tem ministrado palestras por todo o País e merece todo o nosso reconhecimento”, disse Cláudio Conz. Atchabahian agradeceu aos sócios e colaboradores pelo sucesso do empreendimento. “Começamos pequeno em 1980, mas nunca pensamos pequeno. Tivemos altos e baixos, mas com firmeza e determinação, conseguimos superar as dificuldades. Hoje temos 14 lojas e mais de 500 colaboradores”, contou. Conz nomeou então a Personalidade da Indústria 2013, outro troféu de disputa acirrada no Prêmio Anamaco. O vencedor deste ano foi Eduardo Coli, presidente da Lorenzetti. “Fiquei imaginando porque escolheram meu nome para esta importante premiação. Refleti e conclui que foi muito importante poder construir a minha carreira dentro desta empresa. A Lorenzetti se mantem na vanguarda da indústria e seus acionistas veem valor na perenização da marca e a satisfa ção do cliente”, disse. Para finalizar, o grande homenageado da noite, foi Jorge Hereda, presidente da Caixa Econômica Federal. “A pá dourada, homenagem idealizada por Caio de Alcântara Machado é símbolo da maior condecoração do nosso setor. Este ano, o escolhido foi o Jorge, que tem trabalhado há anos colaborando com o desenvolvimento, desde a Prefeitura de São Paulo, até o apoio ao programa de qualidade dos PSQs e seu trabalho extraordinário à frente da Caixa Econômica Federal”, afirmou Conz. Jorge Hereda agradeceu pelo reconhecimento. “A Caixa continua crescendo e acreditando no Brasil. Estamos otimistas com 2013. O caminho é esse, reafirmo meu compromisso com o setor”, finalizou. Em seguida, as empresas de destaque em 65 segmentos receberam as premiações de acordo com a Pesquisa Anamaco.

2014 



As melhores indústrias do setor em 69 segmentos receberam a condecoração na maior premiação do setor de material de construção do País.

A Anamaco realizou nesta terça-feira, 16 de setembro, a 23ª edição do Prêmio Anamaco, que recebeu mais de 1.800 convidados no Espaço das Américas, em São Paulo, em uma noite de gala e de confraternização.
A homenagem aos melhores fabricantes de material de construção do último ano, em 69 segmentos, foi feita com base nos resultados da Pesquisa Anamaco, recém-concluída pelo Instituto de Pesquisas da Universidade Anamaco. Na abertura do evento, o residente do Conselho Deliberativo da entidade, Geraldo Cordeiro, relembrou que 2014 é, também, um ano de muitas celebrações para a Anamaco:
- O Prêmio Anamaco desta noite tem um significado diferente para todos nós. Em 2014, a Anamaco está completando 30 anos de fundação e comemora também os 50 anos de seu sistema, que se iniciou em agosto de 1964 com a fundação da nossa primeira Acomac - a de Campinas. E nada disso seria possível se não fosse um visionário do nosso setor chamado José Olavo Nogueira, que ainda hoje atua como nosso presidente de Honra. Foi o Senhor José Olavo quem plantou a primeira semente do associativismo do nosso sistema e que conduziu a Anamaco em seus primeiros passos desde a fundação, em 1980 - declarou.



Já o presidente da Anamaco, Cláudio Conz, ressaltou, entre outras coisas, a importância do relacionamento entre o varejo e a indústria nas conquistas da entidade ao longo dos anos:
-  Trinta anos após sua fundação, a Anamaco continua desenvolvendo ações junto ao poder público, apresentando sugestões e projetos que têm por objetivo aumentar as vendas de material de construção, promovendo o desenvolvimento do setor e do País como um todo. Todo este trabalho sempre objetivou também fortalecer essa importante relação entre o comércio e a indústria, que vem crescendo dia após dia, através do relacionamento da Anamaco com as demais entidades setoriais.
Conz também falou sobre a tradição do Prêmio Anamaco de homenagear os fabricantes do setor com base na opinião dos lojistas: 
- O Prêmio Anamaco é o reconhecimento ao trabalho que essas empresas desenvolveram ao longo do último ano. É uma valorização com destaque por parte do setor, que avalia o desempenho de seus parceiros das indústrias. Este é o segredo do sucesso desta premiação, pois ela une indústria e comércio em torno de um objetivo comum, que nada mais é do que o desenvolvimento do setor como um todo - completa.

 "Operário Nº 1 da Construção "  e Personalidades da Indústria e do Comércio

Todos os anos, o Prêmio Anamaco também homenageia personalidades que tenham contribuído com a melhoria e o desenvolvimento do setor e da cadeia produtiva da Construção. 
Em 2014, o troféu "Operário Nº 1 da Construção", principal condecoração da entidade, foi entregue a Luiz Carlos Trabucco Cappi, CEO do Banco Bradesco, pelo trabalho realizado por ele à frente da instituição que, desde 2001, desenvolve, em parceria com a Anamaco, o convênio "joão-de-barro", que permite que as lojas associadas ao sistema Anamaco/Fecomac/AComac oferençam aos clientes Bradesco financiamentos de material de construção com taxas a partir de 2,18% ao mês. 
O troféu "Personalidade do Comércio" foi entregue a Jorge Letra, diretor geral da Dicico e o de "Personalidade da Indústria" foi entregue a Hilton Guemra Saporski Filho, diretor comercial da Mexichem.

Sobre a Pesquisa Anamaco

A Pesquisa Anamaco é um estudo tradicional que existe desde 1991 e que indica os vencedores do Prêmio Anamaco – principal premiação do setor da Construção.
Trata-se de uma importante ferramenta, que traz subsídios para decisões de Marketing e Vendas, entre elas o perfil do varejo, a relação dos fabricantes com o consumidor, a relação  dos fabricantes com atacadistas/ distribuidores, a percepção da indústria, e o TOP of Mind de fabricantes/marcas.
Em 2014, o Instituto de Pesquisas da Universidade Anamaco ouviu 1.666 lojistas de material de construção, por telefone, com a utilização do sistema CATI (Computer Assisted Telephone Interviews).
A amostra é segmentada em dois grupos de lojas: “Pulverização” – no qual são computadas apenas as respostas de lojistas de pequeno e médio portes – e “Grandes Clientes” – lojistas de material de construção de grande porte, extraídos de uma listagem da Anamaco, representativa do universo. Quando uma empresa é vencedora no primeiro lugar dos dois grupos de lojas, ela recebe o troféu máster.

2015 



Em  noite de gala e confraternização, evento chegou à sua 24ª edição homenageando as melhores indústrias do setor em 70 segmentos

A Anamaco realizou nesta terça-feira, 15 de setembro, a 24ª edição do Prêmio Anamaco, que recebeu mais de 1.800 convidados no Espaço das Américas, em São Paulo, em uma noite de confraternização e homenagens.

A premiação dos melhores fabricantes de material de construção do último ano foi feita com base nos resultados da Pesquisa Anamaco, recém-concluída pelo Instituto de Pesquisas da entidade. “Passarão por este palco empresas indicadas pela nossa pesquisa, que ouviu a voz de mais de 1.670 comerciantes de material de construção. Em cada um dos segmentos, esses lojistas puderam opinar sobre uma série de quesitos abrangendo desde a qualidade do produto até a logística e o atendimento ao ponto de venda, e daí saíram as empresas líderes em cada um dos segmentos”, explicou o presidente do Conselho Deliberativo da Anamaco, Geraldo Cordeiro, em seu discurso, parabenizando também todos os vencedores desta edição: "Vocês são o orgulho do nosso setor por contribuir de maneira tão importante para o nosso desenvolvimento, em um momento tão importante como o que estamos enfrentando”, completou.

Já o presidente da Anamaco, Cláudio Conz, lembrou que a premiação representa a força da cadeia produtiva da construção: “Somos mais de 148 mil lojas de material de construção presentes em cada um dos municípios do nosso território nacional e, esta noite, estamos aqui nos reunindo com parceiros da indústria e reconhecendo o trabalho e dedicação que essas empresas tiveram ao longo do último ano. A união da nossa cadeia produtiva nos torna mais fortes no nosso dia a dia e é por isso que este evento é tão importante para nós, porque ele contribui para o desenvolvimento do nosso setor  e do país como um todo”, afirmou.

Personalidades da Indústria e do Comércio

Todos os anos, o Prêmio Anamaco também homenageia pessoas que tenham contribuído para a melhoria e desenvolvimento da cadeia produtiva do setor. Em 2015, o troféu “Personalidade da Indústria” foi entregue a Freddy Carrillo, presidente da Sherywin-Williams Brasil e o prêmio “Personalidade do Comércio” ficou com William Pereira do Vale, diretor de compras e logística da BR Home Center.

A Pesquisa Anamaco

A Pesquisa Anamaco é um estudo tradicional que existe desde 1991 e que indica os vencedores do Prêmio Anamaco – principal premiação do setor da Construção.

Trata-se de uma importante ferramenta, que traz subsídios para decisões de marketing e vendas. A partir do relatório produzido, os fabricantes do setor conhecem o perfil dos lojistas varejistas, com importantes insights para seu planejamento estratégico, além da presença da categoria na qual atua e a presença de sua marca dentro do cenário competitivo nos últimos 4 anos. 

Para determinar os vencedores do Prêmio Anamaco 2015,  o Instituto de Pesquisas da Anamaco ouviu 1.676 lojistas de material de construção, por telefone, com a utilização do sistema CATI (Computer Assisted Telephone Interviews).

A amostra é segmentada em dois grupos de lojas: “Pulverização” – no qual são computadas apenas as respostas de lojistas de pequeno e médio portes – e “Grandes Clientes” – lojistas de material de construção de grande porte, extraídos de uma listagem da Anamaco, representativa do universo. Quando uma empresa é vencedora no primeiro lugar dos dois grupos de lojas, ela recebe o troféu máster.
 
 
Confira as fotos do evento clicando aqui
 
 
 
 
 
 
 

 

Parceiros e Apoiadores

 

Confira as empresas parceiras e apoiadoras do Prêmio Anamaco 2015: 

GERDAU – DECA – LUMM / BRONZEARTE – COBRECOM – SASAZAKI – CORAL  LORENZETTI  EUCATEX  SHERWIM-WILLIAMS  PARANAPANEMA  VEDACIT  ROCA  PADO  REED EXHIBITIONS ALCANTARA MACHADO  FEICON BATIMAT  SUVINIL  LOSANGO  NORTON SAINT-GOBAIN  ATLAS   GRUPO ULLIAN  FORTLEV  VOTORANTIM CIMENTOS  BRADESCO  SIL  WEBER SAINT-GOBAIN  UARTZOLIT  ETERNIT  AMANCO  REVISTA ANAMACO  LP  TIGRE  BESSER CAMINHÕES  COMERCIAL DE NIGRIS  RODOBENS 

 

 Demais empresas que também participaram do evento: 

DOCOL – IMAB – CORFIO – CERAMFIX – FAME – ILUMI – ASTRA - A.J. RORATO - CRIS-METAL – TUPY – HERC – GHELPLUS – PLASTILIT – EBEL – ELIANE - USINA FORTALEZA – SIKA – BRASILIT - ICO METAIS - BLUMENAU ILUMINAÇÃO - CONDOR PINCÉIS - CEDASA | INCOPISOS – PRECON – IRWIN – TRAMONTINA – STAM – DECORALITA – FABRIMAR – HYDRA – HENKEL – PAREXGROUP – WD40 – ICASA – FRANKE – SCHNEIDER ELECTRIC – CENSI – CERÂMICA CARMELO FIOR – ALUMBRA – TASCHIBRA – TEKBOND – FIORI – LUKSCOLOR – COZIMAX – KRONA – TOMDO – MONDIALLE – ONDULINE – TINTAS IQUINE – MGM GABINETES – VONDER – CERÂMICA ELIZABETH – STARRETT – ALIANÇA METALÚRGICA – AZZO BRASIL – MGM SIDERURGIA – GRAVIA – GAAM – SAYERLACK – 3M – G-LIGHT – ABALUX – DURIN – FLC – ACQUALIMP – BELLOTA – SILVANA | ASSA ABLOY – COZIMAX – ADERE 

Participe!

 

Para saber mais sobre o Prêmio Anamaco, entre em contato com a Divisão de Eventos da Anamaco pelo email dir.eventos@anamaco.com.br ou precisa.eventos@terra.com.br  ou telefone (11) 3155-7979, com Luiz Braz.

 

 


Novos Parceiros

Pesquisas

Prêmio Anamaco

TOP Anamaco

Universidade Anamaco